Deprecated: iconv_set_encoding(): Use of iconv.internal_encoding is deprecated in /home/radionha/public_html/libraries/joomla/string/string.php on line 28

Deprecated: iconv_set_encoding(): Use of iconv.input_encoding is deprecated in /home/radionha/public_html/libraries/joomla/string/string.php on line 29

Deprecated: iconv_set_encoding(): Use of iconv.output_encoding is deprecated in /home/radionha/public_html/libraries/joomla/string/string.php on line 30
Noticias de 10 de Novembro
Print

Noticias de 10 de Novembro

Written by Adalberto Teixeira. Posted in Noticias

 

Estados Unidos

 

O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, venceu as eleições, tornando-se o 45.º Presidente norte-americano, cargo que ocupará a partir de 20 de janeiro de 2017.  Entrou na corrida como o candidato de fora do sistema. Atacou os mexicanos, as mulheres e os muçulmanos, mas a sua promessa de travar os imigrantes e devolver os empregos aos americanos atraiu a classe média. Donald Trump é o novo presidente dos Estados Unidos.  Em finais de setembro, a revista New Yorker tentava imaginar como seria o primeiro mandato de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos, imaginando o milionário a chegar à Casa Branca a 20 de janeiro para um café com Barack Obama antes de seguirem os dois de limusina até ao Capitólio.

 

 

A meses de fazer 71 anos, quando tomar posse em janeiro, Trump será o presidente americano mais velho de sempre - Ronald Reagan era uns meses mais novo. Ao seu lado estará Melania, a antiga modelo nascida na Eslovénia e que em 2005 se tornou na terceira senhora Trump. E, claro, os filhos: três do primeiro casamento - Donald, Eric e Ivanka -, uma do segundo - Tiffany - e um do terceiro - Barron, de dez anos. Como vai ser a presidência Trump é uma incógnita. Uma das suas promessas mais consistentes passa por construir um muro na fronteira com o México. E obrigar os mexicanos a pagá-lo. O republicano jurou ainda expulsar milhões de ilegais dos EUA logo nas primeiras horas da sua presidência. A mensagem da antiga estrela do reality show The Apprentice é devolver os empregos aos americanos - expulsando os imigrantes ilegais e atraindo as empresas de volta ao país com uma redução nos impostos. Outra promessa de Trump: acabar com a reforma da saúde de Obama, o Obamacare, que procura dar um seguro de saúde a todos os americanos. Em termos de política externa, sabe-se ainda menos das propostas de Trump. Uma das poucas certezas que temos é que o republicano não se cansou de trocar elogios com o presidente russo, Vladimir Putin, durante a campanha.

 

Depois daquela que foi considerada uma da mais feias campanhas de sempre, em que além dos imigrantes, sobretudo os mexicanos, Trump insultou as mulheres e até pode ser ouvido num vídeo de 2005 a dizer que "quando somos famosos, ela fazem o que queremos."  Agora que Trump chegou à Casa Branca, o mundo vai ter de aprender a lidar com o novo líder da única superpotência mundial. A grande incógnita é saber quem vai ser a sua equipa.

 

A candidata democrata à presidência norte-americana, Hillary Clinton, conquistou mais votos que o seu adversário republicano Donald Trump, cuja vitória antecipa uma continuação dos conservadores no Supremo Tribunal, para alívio dos tradicionalistas religiosos, ativistas de armas e interesses financeiros. Clinton superou Trump em número de votos - 59,18 milhões para a democrata contra os 59,04 milhões do republicano. Trump impôs-se nos estados decisivos nas eleições presidenciais desta terça-feira, em particular em lugares considerados seguros para os democratas, conquistando assim mais do que os 270 votos que garantem a presidência. Quando ainda faltava confirmar os resultados em Arizona, Michigan e New Hampshire, Trump obteve 279 votos, contra 218 para Clinton.

 

O arranha-céus onde Donald Trump vive e trabalha está sob fortes medidas de segurança. Antes de apurados os resultados das eleições já se assistiam a grandes movimentações naquela zona financeira de Nova Iorque para proteger o então candidato, mas agora até há restrições à aviação. De acordo com o site TMZ, a autoridade federal da aviação norte-americana (FAA na sigla original) decretou uma zona de segurança para proteger o prédio de 58 andares, situado na 5.ª Avenida, de eventuais ataques terroristas. Os pilotos têm agora ordem para se manterem a uma distância de duas milhas náuticas (cerca de 3,7 quilómetros).

 

 

 

Caboverdeanos que se distinguem nos Estados Unidos:

 

A cabo-verdiana Lindinha Lopes foi eleita no último sábado num evento realizado em Howard University, na Washinhton DC, Miss África/USA2016. Lindinha Lopes, natural da ilha da Brava, foi a mais votada entre as 21 beldades do continente africano que participavam no concurso.  “Quero agradecer a todos vocês do fundo do meu coração por todo o apoio, amor e incentivo ao longo de todo este evento. Foi uma longa jornada com lindas e talentosas participantes por isso ficou muito grata por compartilhar esta vitória com vocês. Eu aprendi que é preciso acreditar em mim mesma e sempre ter fé. Obrigado por todo esse carinho e amor que me têm dado. Obrigada do fundo do meu coração. Cabo Verde é nosso orgulho ,” escreveu Lindinha Lopes na sua página do facebook. Com este título a cabo-verdiana será nos próximos 12 meses a embaixadora da boa-vontade da África nos Estados Unidos e deve trabalhar em causas sociais como melhorar educação de crianças em Cabo Verde e no continente africano.

 

O treinador cabo-verdiano de Taekwondo Joseph “Joe” Pina entrou para o World Martial Arts All of Fame e passa a constar da equipa dos melhores treinadores do mundo da modalidade.  A cerimónia do World Martial Arts All of Fame (WMAF) aconteceu no último fim-de-semana nos Estados Unidos. Joe Pina tem feito um percurso gloriosos como treinador e é um dos responsáveis pela implementação de taekwondo em Cabo Verde.  Segundo o Comité Olímpico Internacional, Joseph estará em Cabo Verde a partir da próxima segunda-feira,14, para ministrar uma formação de treinadores de Taekwondo, enquadrado nas comemorações do mês do desporto e do campeonato nacional da modalidade que acontece na cidade da Praia.

 

 

 

Cabo Verde

 

Google PlusO Grupo de Apoio Orçamental (GAO), que terminou mais uma avaliação a Cabo Verde, recomendou ao Governo a resolução "rápida da situação financeira insustentável" das empresas públicas de transporte aéreo e habitação, a TACV e a IFH, respectivamente. O GAO defendeu que os atrasos na sua reestruturação dessas empresas representam um grande risco para a economia. Num comunicado lido aos jornalistas no final da segunda missão anual de avaliação, os membros do GAO incentivam o Governo a procurar rapidamente soluções que possam pôr cobro à situação financeira insustentável por que passam algumas entidades estatais, em particular os TACV e o IFH. O GAO chamou também a atenção para os atrasos nas reformas para este sector que, a seu ver, representam um risco para a economia e para a sustentabilidade da dívida pública. No caso da TACV, por exemplo, cita a “contínua subsidiação das operações, o que poderá dar um sinal errado aos interesses do sector privado".  O GAO contribuiu Orçamento do Estado de 2016, com cerca de 26,5 milhões de euros. Mas os parceiros continuam preocupados com o elevado défice orçamental e com a acumulação da dívida pública. "Os recentes acontecimentos fazem com que o cenário macroeconómico se tenha tornado mais preocupante, incluindo o efeito da recente alteração da taxa de câmbio sobre o valor da dívida. A situação é mais séria quando considerarmos as pressões financeiras advenientes das entidades estatais, que provocam assim um maior risco orçamental", refere. A missão da GAO contou com a participação do Governo e dos representantes do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), da União Europeia, do Luxemburgo, de Portugal, da Espanha e do Banco Mundial.

 

 

 

Pode ser que desta vez – finalmente – o governo esteja a prestar atenção. Uma notícia publicada na página do facebook do Parlamento Online por David da Veiga revela que a administração da TACV vai despedir 150 trabalhadores. O autor garante que a direcção da companhia reuniu com os trabalhadores na Reitoria da UNI-CV na Praia para anunciar o despedimento. Várias pessoas reagiram com comentários pouco abonatórios ao Governo que, dizem, prometeu reduzir o desemprego mas, com estas medidas, está a aumentar significativamente o número de pessoas fora do mercado do trabalho.Segundo a fonte da notícia, no encontro a administração da companhia aérea de bandeira colocou sobre a mesa dois cenários: despedimentos ou redução de 15% nos salários. Como ninguém quis ver reduzido o seu vencimento, a administração avançou com a medida extrema de despedir mais de 100 chefes de família (apenas pessoal administrativo). E garantiu que o Governo já tem disponível 100 mil contos para as indemnizações.

 

Este refere ainda que esta medida dura e extrema entra em choque com as promessas de campanha do Governo de Ulisses Correia e Silva, que prometeu mais emprego para (45 mil em quatro anos) os cabo-verdianos. Uma situação que, a concretizar-se, vai agravar ainda mais as finanças públicas – serão menos 150 a pagar impostos – e a economia. Isso, tendo em conta que muitos trabalhadores têm dívidas juntos aos bancos.

 

O texto termina, reafirmando que a situação da companhia aérea deveu-se a gestão que sempre reinou na empresa. “Péssimas escolhas e más decisões. Tudo o que o MpD, na oposição, criticava, chegado ao poder repete e faz pior. Despede trabalhadores porque não tem solução. Caso contrário a TACV fecha as portas. Em teoria, isso se chama lei de menor esforço. Na prática, eu digo, irresponsabilidade grave, que deveria ser punida severamente”, finaliza Veiga. E o  Ministro da Economia e Emprego, José Gonçalves, confirma que vai haver redução no quadro do pessoal na TACV, mas não sanciona o número avançado por asemanaonline, que garante que 150 trabalhadores vão ser despedidos. O ministro garantiu que está-se a analisar todos os cenários para assegurar que a TACV possa operar em condições de rentabilidade e sustentabilidade. “Se tiver de passar pela redução do pessoal e pela melhoria da frota, será feita. Mais vale ter menos pessoas, mais motivados e melhor enquadrados, do que ter excesso do pessoal que leva a uma situação de insustentabilidade da empresa”, frisou.

 

 

 

A Binter Cabo Verde já recebeu da Agência de Aviação Civil (AAC) o certificado que lhe permite iniciar as operações aéreas inter-ilhas erealizou hoje o voo inaugural na rota triangular entre Santiago, Sal e São Vicente. Prevê fazer duas ligações diárias a cada uma das três ilhas (um no inicio da manhã e o segundo no final do dia). As primeiras ligações estarão a cargo de um ATR com capacidade para 72 pessoas. Entretanto, a empresa promete trazer já na próxima semana um segundo avião e, o terceiro já em janeiro, de modo a expandir para as demais ilhas. “Tarifas competitivas que permitam aos cabo-verdianos viajar mais” foi uma das promessas da directora comercial, Maria Ferreira. Bem como a regularidade, pontualidade e segurança na operação. A  companhia das Canárias aérea vende passagens aéreas nos destinos São Vicente-Praia-Sal por 4.300 escudos.As reservas podem ser feitas através do site www.binter.cv. Lá o utente fica a saber o custo da passagem e a disponibilidade de lugares. E tudo indica que a demanda já é enorme, tendo em conta que basta uma breve consulta para ver que já existem muitas reservas para este mês de Novembro.