Deprecated: iconv_set_encoding(): Use of iconv.internal_encoding is deprecated in /home/radionha/public_html/libraries/joomla/string/string.php on line 28

Deprecated: iconv_set_encoding(): Use of iconv.input_encoding is deprecated in /home/radionha/public_html/libraries/joomla/string/string.php on line 29

Deprecated: iconv_set_encoding(): Use of iconv.output_encoding is deprecated in /home/radionha/public_html/libraries/joomla/string/string.php on line 30
March5News
Print

March5News

Written by Adalberto Teixeira. Posted in Noticias

Estados Unidos

Hillary Clinton e Donald Trump foram os grandes vencedores da Superterça-feira das eleições primárias americanas, em que 11 estados votam nos candidatos à corrida à Casa Branca, seja do lado dos eleitores do partido democrata, seja do partido republicano. Do lado democrata, Clinton é a grande vencedora. Arrecadou mais votos nos estados do Sul, vencendo o grande prémio da noite: o Texas, com o maior número de eleitores. Ganhou ainda o Alabama, o Tennessee, a Virginia, a Georgia, o Arkansas e também o estado mais a norte do Massachusetts. No seu discurso de vitória, Clinton afirmou: "Sabemos que temos trabalho para fazer, mas esse trabalho não é voltar a tornar a América grande", numa referência ao slogan do rival republicano, Donald Trump.

 

 

 

Bernie Sanders, o "candidato fenómeno" democrata que faz frente a Hillary no seu partido, venceu Vermont, o seu estado natal, e ficou ainda com o Colorado, Minnesota e Oklahoma, estados mais pequenos do que os estados do Sul em que Hillary o derrotou - nalguns dos quais por uma grande margem. O mapa da agência Associated Press, abaixo, permite visualizar o domínio de Clinton no Sul.Ainda é cedo para Sanders desistir da corrida, tendo vencido as primárias no estado do New Hampshire a 9 de fevereiro e agora outros quatro estados, mas fica em grande desvantagem para com Hillary no Sul dos EUA, como já se antecipava por concentrar menos votos junto da população negra. No discurso de vitória no seu estado do Vermont, Sanders, de 74 anos, terminou com um agradecimento pessoal aos eleitores desse estado: "Vocês têm-me suportado".

 

Entre os republicanos, o vencedor claro foi mesmo Donald Trump, que arrecadou as preferências republicanas em seis dos 11 estados que votaram na noite de terça-feira. Levou Alabama, Massachusetts, Tennessee, Georgia, Virginia e Massachusetts. Já no Alaska, onde se esperava que vencesse por uma larga margem no lado republicano, foi ultrapassado por Ted Cruz. No seu discurso de vitória, em que foi apresentado pelo antigo governador da Nova Jérsia, Chris Christie, Trump também não poupou Clinton, que se afigura como principal candidata à nomeação democrata. "Ela está lá há tanto tempo", disse Trump. "Se ainda não resolveu as coisas até agora, não vai ser nos próximos quatro anos". Do lado republicano, o campo está mais dividido - ainda há cinco candidatos à nomeação na corrida. Com o impulso da Superterça-feira, Donald Trump consolida a liderança. Próximo mantém-se o candidato Ted Cruz, considerado, como Trump, um dissidente do partido republicano (ou do establishment). Cruz venceu no Texas, o seu estado natal, no Oklahoma e no Alaska.

 

O debate entre os quatro candidatos que permanecem na corrida para a nomeação republicana à Casa Branca, esta quinta-feira à noite, descarrilou quando Donald Trump decidiu responder em direto às insinuações do rival Marco Rubio acerca do tamanho das suas mãos. "Garanto que não tenho nenhum problema", disse Trump. "Garanto-vos". Apesar de terem começado o debate com insultos e de forma muito agressiva, a noite acabou com os candidatos a prometer apoiar o vencedor das primárias, ou seja, a comprometerem-se a apoiar Trump se este ganhar a nomeação dos Republicanos, por muito que os notáveis do partido tenham, nos últimos dias, criticado o milionário.

Na terça feira passada, em Newton, um carro despistou-se a bateu violentamente num restaurante, derrubou as portas e montras do predio e depois atingiu varios clientes que se encontravam sentados a mesa. Dus pessoas perderam a vida e sete ficaram feridas, incluindo 3 clientes e 4 empregados. O condutor tem um historial de colisoes e sua carta de conduçao já tinha sido suspensa duas vezes por incidentes semelhantes.

 

 

 

Uma mulher de 24 anos tentou entrar nos Estados Unidos com 500 gramas de cocaína escondidos na vagina. Shekira Thompson foi detida no Aeroporto John F. Kennedy, em Nova Iorque, quando regressava da Jamaica. Após inspeção das autoridades, a jovem foi questionada e acabou por admitir ter "inserido um objeto estranho no corpo". A polícia acabou por descobrir um embrulho de cocaína em forma de ovo, com dimensões consideráveis, na vagina de Shekira.

 

A mulher enfrenta acusações de tráfico de droga e encontra-se detida no centro de detenção de Queens.

 

 

 

Cabo Verde

 

 

O Governo acaba de aprovar o acordo de empréstimo entre Cabo Verde e a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) que vai financiar o projecto de modernização da central eléctrica da Palmeira, no Sal. A AFD vai desembolsar vinte e seis milhões de euros, equivalente a 2.866.890.000(dois mil e oitocentos e sessenta e seis milhões, oitocentos e noventa mil) CVE.O empréstimo visa capacitar a central para uma maior produção de electricidade e uma melhor integração das energias renováveis no sistema. O respectivo reembolso ocorrerá num período de 15 anos, após um tempo de carência de cinco anos, começando a partir da data da assinatura do acordo, a 30 de Novembro de 2015, à razão de 30 prestações semestrais e consecutivas, conforme o artigo 6º do acordo. Diz a nota descritiva do projecto que o sistema eléctrico da ilha do Sal enfrenta vários problemas, em parte devido à actual central térmica que, com alguns grupos obsoletos, não consegue atender à demanda. Refere-se ainda que a forte proporção de energias renováveis produzidas e disponíveis – 35% da produção em 2013 – causa problemas de estabilidade na rede.

 

 

 

O Governo de Cabo Verde e o Sistema das Nações Unidas assinaram esta segunda-feira, 29, o Plano de Trabalho Anual referente à 2016. Este prevê um montante inicial, disponível e a mobilizar, de cerca de 19.4 milhões de dólares americanos. O documento será firmado pelo Ministro das Relações Exteriores, Jorge Tolentino, e pela Coordenadora Residente do Sistema das Nações Unidas, Ulrika Richardson.Do documento constam actividades para as várias áreas de desenvolvimento e que foram identificadas, em estreita colaboração com autoridades nacionais de diferentes sectores e actores sociais, públicos e privados, a sociedade civil e parceiros internacionais. A assinatura deste Plano de Trabalho Anual dá seguimento às prioridades de cooperação, no Quadro das Nações Unidas para a Assistência ao Desenvolvimento de Cabo Verde para o périodo 2012-2017. Foram identificadas sectores que, diz o Sistema das Nações Unidas em comunicado, vão contribuir para consolidar o desenvolvimento sustentável, equitativo e integrado e baseado na justiça social. Estão centradas em torno de quatro eixos: crescimento inclusivo e redução da pobreza, consolidação das instituições, democracia e cidadania, redução das disparidades e desigualdades e sustentabilidade, ambiental, adaptação as mudanças climáticas

 

O jovem que se apresentou à Polícia depois que um ndividuo agredido à facada em Rui Vaz, São Domingos, morreu no Hospital Agostinho Neto, Praia, vai ser apresentado esta terça-feira, ao Tribunal.De acordo com fonte policial, o caso deu-se na passada sexta-feira,19. O jovem de 23 anos, de nome Vany, agrediu a vitima Zé di Joia, em Rui Vaz, para supostamente vingar o pai, que foi ferido à facada, alegadamente por Zé di Joia, durante um briga. O pai de Vany recebeu tratamento médico e passa bem. Já Zé di Joía foi transferido para o Hospital Agostinho Neto, Praia. Faleceu este domingo, 28 de Fevereiro. Ao receber a notícia, Vany se apresentou à esquadra e deve ser presente a Tribunal esta terça-feira, 1 de Março.

 

O Tribunal do Tarrafal, Santiago, mandou prender o homem que alegadamente assassinou o cunhado com um machim em Pedra Comprido, zona essa onde a vítima foi encontrada jogada no chão e com vários ferimentos. Ludino ou Galinhona, como é chamado, está em prisão preventiva.O corpo de vítima foi encontrado por familiares e amigos num local de pastagem em Pedra Comprido, Tarrafal. Apresentava cortes na cabeça, orelha cortada e ferimentos num dedo. Tinha ainda uma pistola boca-bedjo na mão, supostamente "plantada" pelo agressor Ludino, após assassinar o amigo com o machim. Ao que consta, os dois desentenderam-se. Conforme fonte policial, Ludino, que vivia com a vítima – marido da irmã - na Serra Malagueta, confessou o crime. Fazia parte da comunidade de Rabelados de São Miguel, onde envolveu-se com drogas. Aliás, até foi preso por causa disso.

 

Duas mulheres foram detidas aeroporto internacional Amílcar Cabral no Sal, por posse de quatro quilos de droga. As mulheres, uma cabo-verdiana e uma venezuelana, viajavam de Fortaleza para Cabo Verde.As mulheres vinham de São Paulo e Fortaleza, respectivamente. A venezuelana transportava a droga dissimulada em frascos de shampoos. Já a cabo-verdiana escondia o estupefacientes na sola dos sapatos. As duas mulheres foram presentes ao Tribunal da Comarca do Sal.

 

O dicionário "Creole –English" de Manuel da Luz Gonçalves já está nas bancas e foi esta quarta-feira, 02, apresentado na cidade da Praia ao som da morna. O primeiro-ministro esteve no evento e disse que esta "grande obra" é uma mais-valia à internacionalização da nossa língua. Já o autor manifesta uma "sensação de dever cumprido" e disse estar muito satisfeito com a recepção dada pelos cabo-verdianos ao diccionario."O dicionário Creoulo-Inglês é uma grande obra que valoriza grandemente a língua cabo-verdiana sobretudo porque garante a sua internacionalização", defendeu o primeiro-ministro, José Maria Neves, para quem "gradualmente, vamos construindo uma língua forte capaz de projectar ainda mais Cabo Verde". O autor da obra, Manuel da Luz Gonçalves, era um homem visivelmente satisfeito, emocionado e com uma "sensação de missão cumprida". Revelou-se entusiasmado com o apoio moral dos cabo-verdianos para com a obra, que levou cerca de 10 anos a materializar-se. Diz esperar que seja mais uma referência para o estudo da nossa língua.

 

 

 

 

As contas de Chã das caldeiras

 

 

As contas apresentadas esta terça-feira, 02 de Março à imprensa, em São Filipe mostram que a Associação dos Municípios do Fogo e da Brava (AMFB) arrecadou mais de 17 mil contos para apoiar os deslocados de Chã das Caldeiras, no quadro da última erupção vulcânica. Os valores foram depositados na conta especial aberta numa das instituições financeiras da cidade de São Filipe.A conta foi aberta logo nos primeiros dias da erupção vulcânica. Algumas pessoas e instituições responderam positivamente ao apelo e depositaram valores, na medida das suas possibilidades. O dinheiro foi utilizado para cobrir as situações de emergência. Este apoio chegou de várias fontes: a comunidade cabo-verdiana nos EUA remeteu 27.454 dólares, a Associação Cabo-Verdiana de Brockton (EUA) enviou 10 mil USD, os deputados do MPLA (Angola) doaram 50 mil USD, a Câmara Municipal de Viseu 10 mil euros. Por via de transferência estrangeira chegaram ainda mais de 50 mil USD. A estes valores do exterior juntaram-se os apoios da empresa ASA (dois mil contos), da "The Resort Group Foundation Fogo CV" (1.102 contos), assim como outros valores de pessoas individuais identificadas ou anónimas.

 

Segundo os dados apresentados pelo gestor da conta bancária da AMFB, Arlindo Brandão, até o final do último ano, altura em que se fez o fecho das contas - estas foram homologadas depois a 01 de Fevereiro de 2016 pelos autarcas da região -, as despesas eram de 16.021 contos. E há ainda o remanescente de um milhão de escudos, que está sendo utilizado para pagar as casas alugadas para alojar as pessoas deslocadas. Mais de metade do valor arrecadado foi aplicado no sistema de abastecimento de água, com a construção de um reservatório em Monte Grande, rede de adução, assentamento de tubagens, ligação de reservatório às casas e ligação domiciliária de água. Já com a alimentação dos deslocados e pessoal, da polícia e da protecção civil foram consumidos 942 contos. Com combustíveis e lubrificantes 978 contos. Pouco mais de três mil contos foram para as reparações de urgência nas casas construídas aquando da erupção de 1995. Gastou-se cerca de 600 contos na reparação das casas de banho de famílias com idosos nos centros de acolhimento de Monte Grande e Achada Furna. A colocação de portas e janelas em algumas moradias custou dois mil e 544 contos. O pagamento de transporte e deslocações, incluindo o de contentores e de alunos deslocados no percurso casa-escola-casa, consumiu 1.279 contos, além de outras despesas com a aquisição de utensílios e equipamentos de cozinha, cobertores, mão-de-obra.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O bicudo episódio da TACV que se agrava cada vez mais

 

 

 

 

O Conselho de Administração da TACV emitiu finalmente um comunicado onde confirma que o Boeing 737-800 está retido no aeroporto de Amesterdão, Holanda, desde as 18h30 de sábado (27). Diz, no entanto, que este arresto aconteceu em plena negociação, numa altura em que já tinha conseguido reduzir a dívida em 75%."Face ao clima de negociação, pagamentos continuados e redução efectiva de dívida, a medida surge como inesperada dada a evolução dos factos", lê-se no comunicado, que revela ainda que a TACV reduziu a dívida de 5,9 milhões de dólares em 2013 para 1,5 milhão de dólares. A companhia aérea reconhece que a AerCap tem exigido a regularização total da dívida, mesmo após todos os esforços de pagamentos efectuados e que, nesta data, a dívida é quatro vezes menor que há três anos. "A imobilização do Boeing 737 acontece num momento em que a TACV estava em plena negociação com a empresa proprietária e nada fazia prever que uma medida extrema seria tomada", acentua

 

 

 

 

Entretanto, o Primeiro-Ministro, José Maria Neves defendeu ontem,3, após um encontro com a comissão dos trabalhadores da Transportadora Aérea de Cabo Verde (TACV), que não obstante estes momentos de "turbulência", esta é um grande activo de Cabo Verde", não obstante o momento difícil porque passa a empresa. Neves garante ainda que tudo está a ser feito para resolver o contingente relacionado ao Boeing 737, «Imigranti», e para que sejam evitados outros constrangimentos futuros com demais credores da companhia.

 

 

"O Governo está a trabalhar uma solução global para resolver os problemas imediatos de dívidas que se colocam à empresa e responder às pressões de outros credores da empresa, para garantir que a empresa continue a funcionar sem grandes sobressaltos, de modo a garantir os postos de trabalho e que Cabo Verde se mantenha ligado ao mundo através da nossa companhia de bandeira", afirmou o Primeiro-Ministro. Mais do que isso, a garantia é de que o Governo "tudo está a fazer" para que, além de garantir as condições para o normal funcionamento da empresa, se possa dar continuidade ao processo de reestruturação da empresa e fazer a avaliação da empresa "visando a sua privatização". E acrescenta ainda que "é claro que deixaremos tudo pronto para que o próximo Governo tome as medidas que considerar pertinentes em relação à empresa".

 

A TACV, sublinha José Maria Neves, "é um grande activo de Cabo Verde. Está a passar por estes problemas, mas na verdade é um grande activo que tem certificados internacionais, podendo realizar voos transatlânticos e é considerada das companhias mais seguras", frisa o Chefe do Executivo. Este recorda que a companhia é das poucas no continente africano que pode realizar voos mesmos para os destinos mais exigentes como a Europa e os Estados Unidos da América. A situação é difícil, admite o Primeiro-Ministro, sendo que a TACV é estruturalmente uma empresa deficitária. "As despesas são muito superiores às receitas" e há que "trabalhar para pagar as dívidas pendentes e garantir que tenhamos todos os aviões e tenha a empresa condições de poder funcionar normalmente".

 

Ainda no que toca a rumores sobre uma possível negociação da AirCup, empresa de leasing fornecedora do aparelho em questão com outra companhia e a consequente não regresso do avião ao país, Neves responde que "são especulações" que num momento em que se está em negociações para a resolução da situação. A garantia é que "nós estamos em negociações para garantir os pagamentos e a vinda do avião para Cabo Verde". De todo o modo, o Chefe do Executivo avança que estaria previsto a deslocação do aparelho a Paris, logo depois de Amsterdam onde ocorreu o arresto, e depois deveria deslocar-se à Etiópia para os trabalhos de manutenção.

 

Caso de curiosidade

 

 

 

 

 

O astronauta Scott Kelly cresceu cinco centímetros durante os 340 dias que esteve no espaço. Mas a nova estatura não durará muito tempo, uma vez que, agora que está de regresso à Terra, vai encolher e voltar ao normal. "Os astronautas crescem no espaço porque a coluna vertebral alarga", explicou à CNN Jeff Williams, da Nasa. "Mas voltam à estatura inicial ao fim de algum tempo na Terra", disse. Este é um dos aspetos mais fáceis de analisar na experiência que a Nasa está a realizar e na qual compara Scott Kelly com o seu irmão gémeo, Mark, para perceber os efeitos de passar 340 dias no espaço.