Deprecated: iconv_set_encoding(): Use of iconv.internal_encoding is deprecated in /home/radionha/public_html/libraries/joomla/string/string.php on line 28

Deprecated: iconv_set_encoding(): Use of iconv.input_encoding is deprecated in /home/radionha/public_html/libraries/joomla/string/string.php on line 29

Deprecated: iconv_set_encoding(): Use of iconv.output_encoding is deprecated in /home/radionha/public_html/libraries/joomla/string/string.php on line 30
Curiosidade
Print

Curiosidade

Written by Adalberto Teixeira. Posted in Noticias

Esta é uma daquelas histórias que prova que vale a pena esperar. Duas mulheres, mãe e filha, esperaram 82 anos para se reencontrarem. O encontro emotivo entre as duas aconteceu no dia 15 de janeiro, num aeroporto de Nova Iorque e foi registado pela televisão WBNG, que contou a história destas duas mulheres. About JW Player 6.12.4956 (Premium edition)

 

Lena Pierce, agora com 96 anos, deu à luz a 11 de fevereiro de 1933, com apenas 14, e durante seis meses tomou conta da bebé. No entanto, o Estado retirou-lhe a criança por considerar que era nova de mais para ser mãe. Assim, Eva May foi entregue para adoção, tendo crescido em Long Island com o nome de Betty Morrell e como filha única. "Tinha irmãs imaginárias, irmãos imaginários", afirmou à WBNG. Agora tem quase 83 anos e passou mais de 50 à procura da família biológica, depois de ter perdido a mãe adotiva aos 21 e o pai adotivo poucos anos depois. "Tenho estado por minha conta", desabafou.

 

Percebeu que era adotada depois de um deslize de uma tia, que a chamou de Eva. A partir daí começou uma busca pela família biológica, na Internet e nos hospitais de Utica, onde nasceu, acabando por encontrar o registo de nascimento. Enquanto isso, também Lena Pierce, que entretanto teve mais sete filhos de dois casamentos, pensava na bebé que lhe fora retirada. "Parece inacreditável. Tanto tempo, e agora, finalmente, vou vê-la outra vez", comentou à televisão. Foi com lágrimas nos olhos que estas duas mulheres se abraçaram pela primeira vez depois de 82 anos. "Já não estou sozinha", disse a filha. "Tenho a minha mãe, tenho irmãs e irmãos. É surreal, mas tão maravilhoso estarmos juntas outra vez passado tanto tempo", rematou.